sexta-feira, 17 de junho de 2022

Delegado Rafael Vianna, Diretor da ESPC, recebe visita do General Comandante da 5ª Divisão de Exército

No dia 15/05/2022, o Diretor da Escola Superior de Polícia Civil do Paraná, Delegado Rafael F. Vianna, recebeu a visita do General de Divisão Fábio Benvenuti CASTRO, Comandante da 5ª Divisão de Exército (DE); do Coronel Carlos Edvaldo Torres Santos, Chefe da Assessoria de Gerenciamento de Projetos e Doutrina (AGPD); do Coronel Marcelo de Melo Pontes Feliciano, Assessor de Estado-Maior; do Coronel R1 Guilherme Azambuja Carrilho do Rego Barros, Assessor da AGPD; e do Tenente-Coronel Ronay Souza Diniz, Assistente do Comandante da 5ª DE. A 5ª DE é responsável pela parte operacional do Exército Brasileiro (EB) nos estados do Paraná e Santa Catarina e está subordinada ao Comando Militar do Sul. Durante a visita, o General Castro e sua equipe conheceram as instalações da ESPC, discutiram questões que aproximam o Exército Brasileiro e as Forças de Segurança estaduais e iniciaram uma parceria para cursos, seminários e a formação dos policiais civis do estado do Paraná, principalmente no conhecimento institucional, histórico brasileiro e de gestão. Também foram abordadas questões sobre a formação do policial, a preparação dos cursos e a metodologia de ensino e doutrina nas duas instituições. O General Castro tem vasta experiência na formação e preparação do quadro de pessoal do EB, já tendo sido Comandante do Centro de Instrução de Aviação do Exército e da Escola Preparatória de Cadetes do Exército (Espcex).

sexta-feira, 27 de maio de 2022

Delegado Rafael F. Vianna participa de Audiência Pública em São José dos Pinhais

O Delegado Rafael F. Vianna, Diretor da Escola Superior de Polícia Civil do Paraná, participou, no mês de abril de 2022, como palestrante e debatedor, de uma audiência pública na Câmara Municipal de São José dos Pinhais. O evento foi uma iniciativa do presidente da Comissão de Segurança Pública e Trânsito, Vereador Delegado Michel, e discutiu questões relacionadas à segurança pública, municipalização das polícias e participação popular na segurança. Participaram das discussões policiais militares, rodoviários federais, policiais penais e civis, além de representantes de diversas guardas municipais do Paraná e a população em geral. Cumprindo um dos objetivos de extensão da ESPC e buscando a popularização da ciência e tecnologia, o Prof. Doutor Rafael Ferreira Vianna abriu o evento e discutiu questões relativas à formação do policial, criminologia, crime e segurança pública. Também participou da audiência pública, como palestrante, o ex secretário municipal de Defesa Social de Curitiba e Delegado de Polícia Civil do Paraná Guilherme Rangel.

sexta-feira, 4 de março de 2022

Quididade do "Crime": Contribuição da Filosofia de Frege e Reflexões Iniciais

Rafael F. Vianna publica artigo científico na 3ª Revista de Ciências Jurídicas e Criminais da Associação dos Delegados de Polícia do Estado do Paraná, ISBN 978-65-5605-902-0, 2022.
A Revista é publicada pela Juruá Editorial e pode ser adquirida pelo seguinte endereço eletrônico: https://www.jurua.com.br/shop_item.asp?id=29429

quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

Palestra "Criminologia aplicada à segurança pública e crimes culturalmente motivados" - por Rafael F. Vianna

Palestra proferida pelo Professor Doutor Rafael F. Vianna, no Projeto de Extensão "Criminologia da América Latina e a realidade do Paraná", coordenado pelo Professor Doutor Carlos Roberto Bacila e vinculado ao Departamento de Direito Penal e Processual Penal da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

segunda-feira, 29 de novembro de 2021

Delegado Rafael F. Vianna recebe visita de autoridades


O novo Diretor da Escola Superior de Polícia Civil do Paraná (ESPC), Delegado Rafael F. Vianna, recebeu a visita do Procurador-Geral de Justiça do Ministério Público do Paraná (MPPR), Gilberto Giacoia; do presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná (ALEP), deputado Ademar Traiano; do presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Fábio Camargo; do desembargador e ex-presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), Adalberto Jorge Xisto Pereira; do desembargador e também ex-presidente do TJPR, Clayton Camargo; do Procurador de Justiça decano do MPPR, Hélio Airton Lewin e do Diretor do DTI do TCE, Hélio Amaral.

Os ilustres visitantes foram desejar uma profícua gestão ao novo diretor da ESPC, conhecer as instalações da escola e fazer tratativas de convênios e parcerias entre a Polícia Civil e suas respectivas instituições.

Durante a apresentação da escola, também esteve presente o novo superintendente da ESPC, investigador Afonso Ninja.

quinta-feira, 4 de novembro de 2021

Rafael F. Vianna é o novo Diretor da Escola Superior de Polícia Civil do Paraná (ESPC)

 

O Delegado Rafael F. Vianna assumiu a Diretoria da Escola Superior de Polícia Civil do Paraná, nomeando como novo superintendente da ESPC o investigador Afonso Ninja (foto acima). 
Instituição credenciada para cursos de especialização na área de segurança pública, a ESPC é responsável pela formação inicial e atualização permanente de todos os policiais civis do estado, realizando diversos cursos técnico-profissionais e também cursos de pós-graduação lato sensu na área de gestão pública em segurança e investigação criminal. 
A sede da ESPC foi inaugurada em 1976 e localiza-se na Rua Tamoios, 1200, Vila Izabel, em Curitiba-PR, Brasil. 
Um pouco sobre a história da ESPC pode ser encontrada em: http://www.escola.pc.pr.gov.br/Pagina/Historico

quinta-feira, 7 de outubro de 2021

Delegado Rafael F. Vianna profere palestras sobre segurança em Escola de Educação Infantil


O Delegado Rafael F. Vianna organizou e ministrou um ciclo de palestras, no estilo de um minicurso, para prevenir a violência direcionada em escolas infantis e aumentar a segurança das crianças, dos professores, dos pais e de todos os colaboradores.
Em um primeiro momento, participaram da instrução apenas professoras e colaboradoras da Escola de Educação Infantil Casinha Feliz, em Curitiba-PR. 
No evento, foram avaliados riscos, ameaças e fraquezas que podem existir em centros de educação infantil, assim como foram estudadas maneiras de diminuir fragilidades e enfrentar eventuais ataques.
No segundo momento do curso, existiu a participação de pais de alunos, os quais passaram a conhecer  rotinas de segurança e como podem colaborar para a estratégia do endurecimento dos alvos.